Darío Messer quer confessar e, se isso acontecer, causará um “terremoto”

0
370

O empresário brasileiro Darío Messer, considerado o “cambista”, pretende fechar o quanto antes um acordo com a Polícia Federal do Brasil para ser beneficiado com a delação premiada. Uma mídia brasileira que divulgou essas informações ontem diz que se fizer a delação, causará “terremotos”.

O empresário Darío Messer, investigado no Brasil na operação “Lava Jato” e conhecido em no Paraguai como “irmão da alma” do ex-presidente Horacio Cartes (2013-2018), foi retirado de sua cela no complexo penitenciário Bangu 8, na sede da Polícia Federal, na cidade do Rio de Janeiro, para se reunir com agentes dessa entidade, afirma reportagem do jornal O Globo em seu site.

Segundo o relatório, o “cambista” deu testemunho ali com a intenção de fechar um acordo com a Polícia Brasileira. “Se você realmente diz o que sabe, causa um terremoto”, diz O Globo em seu relatório ontem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here