Milhares e toneladas: conheça os grandes números por trás do JamCam 2020

0
60

O JamCam (16º Jamboree Scout Interamericano e 3º Camporee Scout Interamericano) é o maior evento escoteiro já realizado no Brasil — e os números provam isso: são 8 mil pessoas, de 21 países, acampadas durante sete dias numa área de 320 mil metros quadrados. Tudo é contabilizado aos milhares e toneladas e um grande esforço de logística e infraestrutura é feito para garantir as melhores condições possíveis de trabalho e participação a todos que vieram a Foz do Iguaçu.
A cozinha guarda alguns números impressionantes. A previsão é de que, ao longo dos sete dias do JamCam, sejam servidas 145 mil refeições, numa média de 24 mil refeições por dia. Além disso, a previsão é de que sejam utilizados, diariamente, cerca de 300 mil litros de água.

Para dar conta da demanda por comida, foram separadas previamente 21 toneladas de carnes; 25 toneladas de frutas como maçãs ou bananas; e 50 mil latinhas de refrigerante e garrafas de água. Ainda temos 5 toneladas de arroz; 1,7 toneladas de feijão e 12 mil litros de leite.
A administração do JamCam, que ocupa uma área de 100 mil metros quadrados, disponibilizou ao staff 160 pontos de Internet, assim como 200 pontos de energia. Por ali, também estão 180 vasos sanitários e 90 pias, que estão disponíveis para todos os participantes.
Os subcampos também têm números superlativos — são 320 mil metros quadrados de área, com 270 pias e lavatórios, 280 vasos sanitários e 260 chuveiros. Somente o subcampo dos membros juvenis possui 15 caixas d’água e 200 chuveiros, além de 32 contêineres.

O ambulatório conta com 13 médicos, 30 enfermeiros e 40 socorristas. Vinte e cinco leitos estão disponíveis a quem fica doente ou passar mal no JamCam, que conta ainda com 3 ambulâncias e 1 ambulância UTI.
Os responsáveis pela logística estimam que teremos 80 ônibus por dia saindo dos subcampos para as atividades externas. Além disso, apesar de durar apenas sete dias, o trabalho de construção, montagem e instalação do JamCam deve durar no total dois meses: os primeiros contêineres e caminhões começaram a chegar na área do acampamento em 15 de novembro de 2019 e todas as estruturas só estarão desmontadas por volta de 11 de fevereiro de 2020 (sim, houve equipes que trabalharam durante o réveillon).

De acordo com o gerente de eventos dos Escoteiros do Brasil, Luiz Pamplona, um evento como o JamCam2020 demanda a criação do que ele chama de “minicidades”: “São muitos setores que precisam ser estruturados e precisam trabalhar bem em conjunto, como segurança, transporte, alimentação e equipamentos de higiene”.
Pamplona contou ainda que o principal desafio deste tipo de evento é a montagem das estruturas de água e energia. “É algo que todas as comunidades precisam”, disse. Ele trabalha junto a UEB, dando apoio na montagem de grandes eventos, desde 1998. Com exceção de duas ocasiões, ele participou da coordenação de praticamente todos os grandes eventos escoteiros realizados no Brasil desde então.

Fonte e fotos: Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here