Auditoria vai investigar fiscal que pediu prisão irregular de família Kim

0
83

A procuradora-geral do Estado, Sandra Quiñónez anunciou uma auditoria interna contra as decisões tomadas pela a agente fiscal Stella Mary Cano de Woitas por supostas irregularidades e ações parciais em dois casos específicos. A decisão foi tomada após várias denúncias feitas aos órgãos de comunicação social contra a mencionada representante do Ministério Público em muitos casos, como os que afetam Martín Choi, entre outros. No processo judicial que investiga a tentativa de assassinato contra o empresário Alfredo Kim, por parte de Yoon Churl Choi, também conhecido como Martín Choi, que ocorreu em 18 de agosto em Ciudad del Este, a promotora Stella Mary Cano acusou arbitrariamente e com base na inspeção e reconstrução dos fatos toda a família Kim de ser autora da tentativa, julgando de maneira contrária aos fatos e as documentos do próprio Ministério Público.
Isso demonstra que a representante da sociedade não levou em consideração o critério de unidade que deve prevalecer em sua atuação como representante do Ministério Público, levando em consideração que as investigações sobre
o evento levou mais de quatro meses, com uma série de procedimentos adotados, conforme registrado nos processos.
JEM
Por outro lado, o presidente do Júri para o Julgamento de Magistrados (JEM), Enrique Bacchetta, pediu na terça-feira, 21 de janeiro à Procuradoria Geral do Estado, Sandra Quiñónez, que informe se há uma investigação criminal aberta sobre os áudios publicados e que são atribuídos a Camilo Soares (ex-Ministro Nacional de Emergência).

Fonte: https://www.laclave.com.py/2020/01/23/anuncian-una-auditoria-a-gestion-de-la-fiscal-cano-por-presuntas-irregularidades/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here