Duplicação da BR-469 prevê benefícios aos empreendimentos localizados na região

0
130

Com início imediato das obras, conclusão é prevista até março de 2022

A ação de duplicação da Rodovia das Cataratas, a BR-469, em um trecho de pouco mais de oito quilômetros entre o trevo da Argentina até o portão do Parque Nacional do Iguaçu, avança em mais um passo para tornar-se realidade. Para os investimentos localizados na rota da duplicação, é extremamente importante a transformação do circuito e complementa às demais obras de grande porte que são feitas em Foz do Iguaçu e região.

Um exemplo ativo deste proveito é o Village Iguassu Golf Residence, que, de acordo com os administradores do condomínio, “a duplicação trará uma grande valorização de mercado aos terrenos do condomínio, pois demonstra que a cidade está em um alto nível de crescimento e desenvolvimento em infraestrutura, o que impulsionará os investimentos e garantirão um novo ciclo econômico na região”.

A ordem de serviço deve ser assinada em setembro, com início imediato das obras e conclusão prevista para o mês de março de 2022. A diligência do projeto reflete no fato da BR-469 ser a única via de acesso às Cataratas do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional e também o mais importante corredor turístico da cidade, onde estão concentrados alguns dos principais atrativos, como as Cataratas do Iguaçu, Parque das Aves e Museu de Cera, além de Hotéis e Resorts da região e Aduana Argentina ao centro de Foz.

Os administradores ainda ressaltam que o projeto de duplicação pretende facilitar cada vez mais o acesso ao Village Iguassu pelo aeroporto. Ou seja, a Avenida das Cataratas se tornará uma via prática aos principais pontos da cidade, ao mesmo tempo que flexibiliza a chegada e saída de moradores ao condomínio.

O anúncio da duplicação foi feito na última sexta-feira, 28, durante a inauguração de obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e visita às obras da nova ponte entre Brasil e Paraguai. Somente para a ampliação da pista de pousos de decolagens do aeroporto serão investidos R$ 55,5 milhões. Na nova ponte, mais R$ 323,7 milhões, além de outros R$ 139,2 milhões para a construção da Perimetral Leste, que vai permitir o ingresso de veículos que saem do Paraguai e Argentina à BR-277.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here